[ editar artigo]

Como potencializar seu estágio ao máximo

Como potencializar seu estágio ao máximo

11 coisas para fazer (e não fazer) como estagiário

O período de realização de estágio é, sem dúvida, repleto de muito aprendizado. Considerando as possibilidades de colocar em prática os conhecimentos técnicos que se aprendem em sala de aula e as oportunidades de desenvolver soft skills, é também um período em que todo tipo de erro pode acabar sendo cometido.

O erro é um fator inerente à trajetória profissional, muitas vezes já escutamos: “quem nunca?” ou “só erra quem arrisca”, então, o valor do erro pode ser grande quando se transforma em lições e aprendizado. Entretanto, não é bonito ficar colecionando erros ou errar por falta de preparo, capacidade ou planejamento; é preciso ter responsabilidade no processo e inclusive saber lidar com estes momentos.

Para minimizar a ocorrência de equívocos, bem como para potencializar ao máximo a sua experiência como estagiário neste momento que pode ser decisivo para a conquista da efetivação, para deixar portas abertas na empresa ou ainda para ser lembrado para uma indicação no futuro, seguem algumas dicas retiradas do e-book: “Como aproveitar seu estágio ao máximo” produzido pela Fundação Estudar:

1. Sempre entenda o todo

Ser um estagiário significa que provavelmente você terá algumas tarefas entediantes como inserir dados, documentos, etc. O jeito de se motivar para esse tipo de coisa é sempre entender o todo. Se pediram que você preenchesse um Excel, então tente entender qual será o impacto desse Excel nas operações e estratégias da empresa. Você pode descobrir que ele será usado pelo CFO em um de seus projetos de fusões &aquisições ou por um gerente em uma  de suas reuniões com clientes.

2. Mostre paixão

Além de motivação, também demonstre paixão em seu trabalho. Mesmo que seja inserção de dados, você ainda pode ser criativo na maneira que estrutura dados e ajudar a gerência em análises simples. Seu trabalho será notado.

3. Agregue valor

Mostrar paixão não significa que você precisa passar várias horas fazendo um trabalho perfeitamente sendo que poderia ter completado a tarefa em uma hora e ela não exigia perfeição. Você não ganhará pontos extras. Se pediram para que analisasse algo depressa e apresentasse os resultados, pergunte qual é o propósito da análise. Se os resultados forem ser apresentados ao cliente, você pode passar um pouco mais de tempo e criar um PPT profissional.

Mas se for para discussões internas, pode criar uma apresentação simples e passar o resto do tempo em outras tarefas. Ter impacto é o que importa.

4. Tome iniciativa mas não demais

Em um dos meus estágios, com o objetivo de mostrar quão bom eu era, assumi tantas tarefas que no fim não consegui fazer direito nenhuma delas. Ações como essa demonstram imaturidade e falta de entendimento sobre administração de tempo. Então tome iniciativas. É necessário. Mas seja realista em termos do tempo que é necessário para fazer cada tarefa.

5. Seja simpático e flexível

Essa é uma das características mais fortes que um estagiário pode ter. Todo mundo gosta de trabalhar com alguém legal, flexível e fácil de trabalhar. É um daqueles traços que podem levar o estágio a se tornar um emprego. Mas não é um bom substituto de performance – você deve ter uma boa performance e ser legal ao mesmo tempo.

6. Nunca perca a calma

Não há espaço para ego e calma no ambiente de trabalho. É aplicável tanto para um estagiário quanto para um funcionário contratado, mas um estagiário pode pagar o preço de perder a oportunidade de trabalho. Um amigo meu chegou perto de transformar um estágio em trabalho. Durante sua avaliação, um colega de quem não gostava deu um feedback negativo.

Ele levou pro lado pessoal e deu um feedback igualmente negativo. Seu feedback estava correto, mas a atitude não. Não deu certo com os chefes. Sempre pense com calma e leve o feedback de maneira positiva. E lembre-se: a empresa sempre escutaria alguém que está trabalhando ali há cinco anos com mais afinco que um estagiário com três meses de experiência. Meu amigo não conseguiu o emprego!

7. Peça feedback regularmente

Pedir feedback regularmente e tomara iniciativa de pedi-lo e trabalhar nos aspectos negativos diz muito sobre um estagiário. Mostra que ele leva seu estágio a sério e quer continuar melhorando. Junto com uma boa performance e ser simpático, pode te ajudar a conseguir a vaga.

8. Nunca almoce sozinho

Sempre tente almoçar com colegas ou chefes. Dá a ideia de que você está se integrando com a equipe. E conversas de almoço sempre ajudam a entender o que está acontecendo na empresa, onde estão as oportunidades, quem são as pessoas influentes com quem você precisa interagir, etc. Mas nunca fale só de trabalho durante o almoço. Fale também sobre hobbies, filmes, notícias… Primeiro veja qual é o tópico que os colegas estão discutindo e tente participar. Ou então, tente criar um tópico interessante. Almoços são ótimas plataformas para mostrar sua inteligência geral (sem se mostrar), seus interesses e sua simpatia.

9. Use seus pontos fortes

Suponhamos que você é um estagiário de RP e marketing. Durante seu estágio, você se interessou por dados analíticos mas não é forte quando se trata de números. Você é mais forte em áreas como comunicação. Então tem mais chances de ter uma boa performance em RP que em dados – e mais chances de transformar o estágio em emprego. Lembre-se que você tem um tempo fixo para se provar. Então garanta o emprego primeiro e depois aprenda sobre dados. Isso me leva ao próximo ponto…

10. Não fique obcecado com o “trabalho dos sonhos”

Como estagiário, você aplicará para trabalhos em tempo integral. Digamos que você tem talento nato para marketing mas sonha em se juntar a consultorias como McKinsey ou BCG. Se o tempo não está do seu lado – é preciso muito tempo para se preparar para entrevistas da McKinsey – e você não é muito bom com números, não fique obcecado. Você acabará passando muito tempo nisso e corre o risco de perder empregos de marketing para os quais poderia ter aplicado. Consiga um emprego antes e daí use seu tempo para trabalhar suas fraquezas e se preparar para seu emprego dos sonhos.

11. Você só conecta os pontos olhando para trás

Estágios podem ser bem difíceis. Você pode ser mal pago ou não pago, pode ter dificuldade para pagar as contas e aplicar para empregos, pode ter dias ruins no escritório. Não deixe que isso te afete e continue feliz e positivo. Siga em frente com o objetivo único de aprender, se desenvolver e encontrar um emprego. Quando você olhar para trás, vai ver que fez sentido e se agradecerá.”

Capriche no dia a dia com a aquisição e aplicação de suas competências!

Fonte: E-book: “Como aproveitar seu estágio ao máximo”. Fundação Estudar – Na Prática. 

CENPRE

UCAM Academy
Adriana D´Avila
Adriana D´Avila Seguir

Psicóloga, Especialista em Gestão de Pessoas e Carreiras, Coordenadora do CENPRE e Professora Universitária na Candido Mendes Campos.

Ler conteúdo completo
Indicados para você