[ editar artigo]

Programação Neurolinguística (PNL): o que é e como aplicá-la na sua vida pessoal e profissional

Programação Neurolinguística (PNL): o que é e como aplicá-la na sua vida pessoal e profissional

O desenvolvimento pessoal e profissional está entre os principais objetivos de vida da maior parte das pessoas. Com isso, a busca por métodos e ferramentas que possam auxiliar esse processo cresceu, pois os indivíduos desejam compreender os caminhos que levam à realização de suas metas. A Programação Neurolinguística (PNL) é uma ciência que possui técnicas capazes de influenciar positivamente essa evolução.

 

O que é e como surgiu a Programação Neurolinguística (PNL)?

A Programação Neurolinguística (ou simplesmente PNL) é um sistema de conhecimentos que busca estudar os processos e organizações da mente, desde a sua formação até o modo como afetam nosso comportamento. Assim, é possível identificar os padrões mentais e provocar mudanças, visando alcançar resultados positivos.

A PNL é fruto da união dos estudos do professor de linguística John Grinder e do psicólogo Richard Bandler. Os dois tinham dúvidas sobre o porquê de algumas pessoas alcançarem resultados incríveis em determinadas áreas, enquanto outras, mesmo com muito esforço, obtinham um desempenho muito baixo. Entre as observações feitas, está o fato de que a forma como os indivíduos imaginam uma determinada situação reflete no modo como elas reagirão ao vivenciá-las.

Então, eles passaram a estudar e identificar os padrões linguísticos e comportamentais utilizados por alguns dos melhores terapeutas da época. Bandler e Grinder analisavam as linguagens corporais (não verbal) e a linguagem falada (verbal), buscando desenvolver técnicas que pudessem ser aplicadas em outras pessoas. Com o tempo, esses estudos foram ampliados e passaram a abranger outras áreas, como as artes e os negócios.

A PNL representa a conexão entre os padrões comportamentais (programação), os processos neurológicos (neuro) e a linguagem (linguística). Bandler a define como “um processo educacional sobre como usar melhor o nosso cérebro”. Ela busca ensinar os modelos comportamentais e linguísticos de pessoas que alcançaram a excelência no que faziam e, por isso,também é conhecida como a arte da excelência humana.

 

Como aplicar a Programação Neurolinguística (PNL)?

O objetivo das técnicas da PNL é ensinar às pessoas maneiras de trabalhar suas mentes para influenciar o comportamento e alcançar excelentes resultados. Por isso, esses métodos podem ser aplicados em qualquer situação, seja no trabalho, no âmbito familiar ou nas relações sociais.

Alguns setores podem se beneficiar ainda mais das técnicas da PNL, como o comercial, pois será possível identificar o perfil do possível comprador e traçar um plano de vendas exclusivo. Por exemplo, ao reconhecer qual dos três sistemas representativos é o dominante no seu cliente (auditivo, visual ou cinestésico), planejar a sua comunicação de acordo com os padrões daquele perfil se torna uma missão mais simples.

 

Confira alguns métodos da Programação Neurolinguística:

Modelagem

A modelagem mostra o potencial de evolução das pessoas. Ela utiliza os pensamentos e comportamentos de indivíduos que obtiveram êxito em determinadas situações ou funções para que outras pessoas consigam atingir resultados semelhantes.

Ela é baseada em compreender como funcionam os padrões daquele indivíduo, criando um modelo de aprendizado que pode ser ensinado a outras pessoas. A PNL começou com um processo de modelagem, quando Bandler e Grinder reproduziram os padrões de linguagem e comportamento dos principais terapeutas da época.

 

Conheça: Extensão técnicas de vendas PNL

 

ANCORAGEM?

A ancoragem é uma das técnicas da PNL mais utilizadas, pois os seus resultados podem ser percebidos na vida pessoal e profissional. Consiste em escolher uma palavra, um gesto ou um objeto que lembre uma situação positiva e importante. Quando algo negativo acontecer ou em um momento de medo, ansiedade ou desânimo, o item escolhido funcionará como uma âncora positiva capaz de ativar atalhos até um estado agradável e que direcione nossas ações positivamente.

Essa escolha pode estar relacionada ao sistema representativo dominante da pessoa em questão, como uma palavra para alguém auditivo, um gesto para alguém visual ou um objeto para alguém cinestésico. É importante que o item escolhido não esteja atrelado a uma repetição cotidiana regular, pois, assim, a âncora pode perder o seu significado e tornar-se ineficaz.

Essa técnica é muito utilizada como um ritual antes de um momento importante, pois é possível despertar sentimentos que trazem confiança e momentos que passam tranquilidade. Na área de vendas, por exemplo, pode ser usada como uma forma de aproximar o cliente ao associar o produto ou serviço a sentimentos positivos.

ESPELHAMENTO

A técnica do espelhamento é simples e consiste em observar as pessoas com quem estamos nos comunicando e espelhar seus gestos e palavras, copiando seu comportamento de forma sútil. A postura corporal, os gestos das mãos, o movimento dos olhos, as expressões faciais, a respiração, os movimentos dos pés e o modo de falar são algumas das principais características a serem observadas e reproduzidas.

As pessoas tendem a sentir-se mais familiarizadas com indivíduos que possuam comportamentos semelhantes aos seus. Essa relação transmite conforto e reconhecimento, pois a maior parte dos gestos e movimentos corporais que fazemos são frutos de nossa percepção mental. Na área comercial, por exemplo, um vendedor pode usar a técnica do espelhamento para se aproximar de um possível comprador, refletindo seus gestos e modo de falar, sempre de forma sutil.

Até o próximo conteúdo! 

UCAM Academy
InterEDTech Tecnologias Educacionais
InterEDTech Tecnologias Educacionais Seguir

Promovemos oportunidades de novos negócios educacionais para Instituições de Ensino Superior a partir da oferta de cursos remodelados para atender as principais tendências profissionais e acadêmicas.

Ler conteúdo completo
Indicados para você